Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Taxas futuras de juros avançam com dólar em meio a mal-estar sobre Previdência

Os juros futuros renovaram máximas na manhã desta terça-feira, 7, pressionados pela ampliação dos ganhos intraday do dólar ante o real. Segundo um operador, predomina o desconforto de que a reforma da Previdência pode não ocorrer neste ano.

O mercado, que já vinha apostando nessa possibilidade, teve a certeza na segunda-feira, 6, de que a reforma da Previdência não deve sair, conforme admitiu o presidente Michel Temer em reunião com líderes partidários, cita um operador de renda fixa.

Às 9h43, o DI para janeiro de 2020 marcava 8,51%, máxima, de 8,47%, enquanto o DI para janeiro de 2021 estava em 9,35%, máxima, de 9,28% no ajuste anterior.

No câmbio, o dólar à vista registrava máxima intraday aos R$ 3,2794 (+0,66%). O dólar futuro de dezembro avançava aos R$ 3,290 (+0,92%).

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo