Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Venda de combustíveis no País cai 4,5% em 2016 para 135,436 bi de litros, diz ANP

As vendas de combustíveis no País caíram 4,5% em 2016, somando 135,436 bilhões de litros, de acordo com balanço anual apresentado na manhã desta quinta-feira, 16, pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP). É a segunda queda seguida. Em 2015 o recuo foi de 1,9%.

Na contramão do mercado total, as vendas de gasolina C no País cresceram 4,6% em 2016 ante o ano anterior, somando 43,019 bilhões de litros.

O consumo de etanol hidratado caiu para 14,586 bilhões de litros, ou 18,3%. Já o anidro, que é misturado à gasolina, teve alta de 6,2%, para 11,615 bilhões de litros. As vendas totais de etanol (hidratado e anidro) recuaram 9% frente a 2015.

"2016 foi um ano em que a demanda geral por combustível caiu. Foi um ano também de aumento de importação. À medida que a economia retome, deve haver uma retomada do consumo de combustíveis", disse o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, afirmando acreditar em sinais de retomada da demanda já em 2017.

Acompanhando o fraco desempenho da economia, o consumo de diesel B recuou 5,1%, para 54,279 bilhões de litros. As vendas de gás liquefeito de petróleo (GLP) tiveram leve alta de 1,1%, para 13,398 bilhões de litros. Já o gás natural veicular (GNV) apresentou crescimento de 3,2% no volume comercializado. Houve ainda retração de 8% na venda de Querosene de Aviação (QAV), que atingiu 6,765 bilhões de litros.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo