Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Vendas de imóveis residenciais novos em SP crescem 30,2% em agosto, diz Secovi

As vendas de imóveis residenciais novos em agosto na capital paulista chegaram a 1.078 unidades, alta de 30,2% ante julho e queda de 32,9% em relação a agosto de 2015. De janeiro a agosto, as vendas totalizaram 9.100 unidades, um volume 26,1% abaixo do verificado no mesmo período do ano passado. Os dados são da pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 20, pelo Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP).

Os lançamentos de imóveis residenciais em agosto na cidade de São Paulo atingiram 1.177 unidades, montante 7,1% acima do visto em julho e 39,6% inferior ao de agosto de 2015. De janeiro a agosto, os lançamentos totalizaram 8.007 unidades, queda de 37,5% em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

A velocidade de vendas (relação entre a quantidade de unidades comercializadas e o total disponível) foi de 4,2% em agosto, mostrando alta frente aos 3,3% de julho. Em agosto de 2015, estava em 5,6%.

O estoque de unidades residenciais (na planta, em obras e recém entregues) encerrou o mês de agosto em 24.411 unidades, mostrando estabilidade em relação ao mês anterior (24.627 unidades) e queda de 9,4% ante agosto de 2015.

Na avaliação do economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, o comportamento das vendas em agosto não correspondeu às expectativas, já que ainda veio menor do que o de igual mês do ano passado. "Passado o período de férias de julho, a expectativa era de melhora nas vendas", comenta.

O presidente da entidade, Flavio Amary, no entanto, diz que, com uma melhora constante nas perspectivas econômicas, após a aprovação da PEC 241, continua apostando em uma gradativa recuperação do setor.