Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ativismo pelo fim da violência contra mulheres terá programação especial em Foz

Divulgação - 16 dias de Ativismo: Mobilização mundial terá programação em Foz
Divulgação

De todas as violações de direitos humanos que afetam as mulheres no mundo, a violência contra as mulheres é uma das mais difundidas. A taxa de feminicídios no Brasil é a quinta maior do mundo (Mapa da Violência 2015). E elas estão mais expostas ao risco de violência em casa do que na rua.

É por causa de dados como estes que em 1991 foi criada a campanha internacional dos “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, que ocorre anualmente em mais de 130 países, com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres.

Agressão, humilhação, perseguição, estupro, intimidação, manipulação, assédio, insulto, chantagem, calúnia, coação, difamação e retenção ou subtração de documentos, valores e bens pessoais são algumas das formas de violentar e subjugar as mulheres.

A Campanha se inicia em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo 06 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Mas no Brasil, a Campanha começa em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

Campanha do Laço Branco

Com o objetivo de envolver os homens no ativismo contra a violência de gênero, a Campanha do Laço Branco foi criada por um grupo de homens canadenses com o objetivo de mostrar que existem homens que repudiam o sexismo e as práticas violentas contra as mulheres.

Durante os 16 Dias de Ativismo, a Campanha do Laço Branco participa distribuindo laços brancos para os homens que, ao aceitarem a fita, estão se comprometendo a combater a violência contra as mulheres em todas as suas formas.

Programação dos 16 Dias de Ativismo 2016

Para este ano, entidades como o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Patrulha Maria da Penha (Guarda Municipal), Conselho da Comunidade na Execução Penal, SMAS, GGIM, CRAM, SMSP, GT Itaipu Saúde, Defesa Civil e CT – Câmara Técnica de Prevenção à Violência Contra a Mulher, preparam a seguinte programação:

  • 20/11 a 10/12/2016 – Sensibilização para o enfrentamento da violência doméstica com as mulheres privadas de liberdade.
  • 21/11/2016, 9h – ABERTURA – no Centro de Referência em Atendimento à Mulher em Situação de violência – CRAM.
  • 24/11/2016, 8h30 – Programa Basta, atividade com a Rede de Atendimento no CRAM.
  • 25/11/2016, 19h – Blitz de Trânsito com distribuição de Cartilhas sobre Violência Doméstica, na Av. Jorge Shimmelpfeng, em frente ao Mitre.
  • 26/11/2016, 16h – Ação Pelo Fim da Violência Contra a Mulher – no Gramadão da vila A.
  • 01/12/2016, 14h – Teatro das Tramarias – no CRAM.
  • 02/12/2016, 17h – Ação do Laço Branco – na Feirinha do Bosque Guarani.
  • 04/12/2016, 9h – Ação do Laço Branco – Na Feirinha da JK.
  • 09/12/2016, 9h – Avaliação e Encerramento com os Organizadores da Campanha – na Guarda Municipal.

Maiores informações: (45) 9922-2615.

Colaboração: Assessoria