Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Estudantes e UFPR assinam acordo e prédio é desocupado

(Foto: Reprodução) - Estudantes e UFPR assinam acordo e prédio é desocupado
(Foto: Reprodução)

Os estudantes que invadiram o prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR) na noite da última quinta-feira (3) deixaram o local na manhã deste sábado (5). A saída faz parte de um acordo feito com a universidade e reafirmado por integrantes do movimento e pelo reitor da instituição, Zaki Akel Sobrinho, na Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba.

Entre os pontos negociados estão a ausência de punição administrativa aos estudantes que realizaram o ato e a revogação da resolução 96/2015 da universidade, que estabeleceu normas para o cancelamento das matrículas dos alunos. 

Estudantes que integram o movimento de ocupação de prédios da UFPR informaram que a unidade da Praça Santos Andrade foi utilizada como uma forma de dar visibilidade à mobilização, que luta contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos por 20 anos. Aqueles que entraram no prédio histórico não explicaram por que havia pessoas mascarada no ato da quinta-feira.

“A ocupação continua em outros setores da universidade. O movimento não vai morrer aqui. Convocamos os demais para fortalecer o movimento, com o objetivo de barrar a precarização do País”, citou uma estudante na manhã deste sábado. O grupo ainda disse ser contrário "ao desmonte da educação pública".

Estudantes terminaram a ocupação com uma pequena manifestação na Praça Santos Andrade (Foto: Reprodução / Facebook)Estudantes terminaram a ocupação com uma pequena manifestação na Praça Santos Andrade (Foto: Reprodução / Facebook)