Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

UEL entra pela primeira vez em ranking do BRICS

(foto: UEL/Divulgação) - UEL entra pela primeira vez em ranking do BRICS
(foto: UEL/Divulgação)

A Universidade Estadual de Londrina entrou, pela primeira vez, no Times Higher Education BRICS & Emerging Economies Rankings 2017, divulgado nesta quinta-feira (1º), ficando classificada na faixa 251-300 das melhores instituições de ensino superior. Isto coloca a UEL entre as 300 melhores instituições entre 50 países avaliados. O Ranking confirma a UEL como melhor universidade estadual do Paraná, segunda do estado e 5ª melhor estadual do Brasil.

O resultado se destaca considerando que o ranking analisa países com economia emergente, e que instituições de apenas 41 dos 50 países ficaram entre os 300. O Ranking examina 13 indicadores, incluindo ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e internacionalização, mas também foi recalibrado para refletir melhor as características e prioridades das instituições no contexto dos BRICS. Por exemplo, mais peso foi dado às ligações da instituição com a indústria, assim como às perspectivas internacionais. O Ranking também tem critérios de exclusão. Se a instituição publicou menos de 1.000 trabalhos entre 2011 e 2015 (e menos de 150 ao ano), por exemplo, ela é excluída. O mesmo se 80% ou mais das atividades desenvolvidas for apenas em oito áreas de estudo previstas.

A China domina o Ranking, e a Índia progrediu, levando uma de suas universidades ao Top 15. Metade das oito universidades sulafricanas caíram. A Rússia teve instituições que subiram e que desceram. No caso do Brasil, 11 dos 25 representantes se apresentam pela primeira vez, incluindo a UEL, e as outras 14 instituições caíram. O país já não tem nenhum representante no top 10, já que a Universidade de São Paulo caiu para o 13º lugar, enquanto a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) saiu do Top 50, indo para 55º lugar. 

(com informações da Agência UEL)