Emissões de petróleo e gás são 3 vezes maiores do que relatado por empresas

O Climate Trace, grupo independente que monitora gases de efeito estufa, fez um alerta, nesta quarta-feira (9), dizendo que as emissões provenientes de instalações de petróleo e gás são três vezes maiores do que o relatado. Os dados foram revelados durante a 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27), no Egito.

Para o levantamento, foram analisadas mais de 72 mil fontes individuais em todo o mundo. Destas, metade das 50 maiores empresas de emissões são campos de produção de petróleo e gás, que registraram práticas como queima e vazamento de metano em lugares como Rússia, Estados Unidos e Oriente Médio.

Segundo o grupo, os níveis atmosféricos de metano, gás de efeito estufa cerca de 80 vezes mais poderoso que o dióxido de carbono (CO2), têm aumentado fortemente nos últimos anos, mas de forma subnotificada. O cenário, classificado como “chocante”, forma uma barreira na tentativa de enfrentar a crise climática.

“A crise climática pode, às vezes, parecer um desafio intratável – em grande parte porque temos uma compreensão limitada de onde vêm as emissões. Agora é possível priorizar os esforços para alcançar os cortes profundos na poluição para evitar os impactos mais catastróficos da crise climática”, disse Al Gore, fundador da Climate Trace.

Informações SBT News