Gastos de estrangeiros no Brasil cresce 84% nos primeiros sete meses do ano

O setor turístico continua apresentando números positivos em relação à recuperação econômica. Segundo dados do Banco Central do Brasil, divulgados na segunda-feira (26), o gasto de viajantes estrangeiros no país somou US$ 2,7 bilhões nos primeiros sete meses do ano, cifra 84% superior ao registrado no mesmo período em 2021.

Apenas em julho, período de férias escolares, o país conseguiu captar US$ 389 milhões. O montante é 74% maior do que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando foram contabilizados US$ 223 milhões. O valor se junta aos meses de janeiro e março, que totalizaram, respectivamente, US$ 421 milhões e US$ 453 milhões, sendo os melhores meses para o gasto de estrangeiros no país.

Dados da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) apontam que, até maio, o país recebeu mais de 1 milhão de viajantes estrangeiros. O número de turistas é o maior desde o início da pandemia, em 2020, e faz com que a expectativa para o fim do ano seja de 4,2 milhões viagens estrangeiras no Brasil.

Na mesma linha do aumento de estrangeiros no Brasil, o setor aéreo internacional retomou a movimentação da malha aérea. Em junho de 2022, o Brasil registrou 3.806 chegadas, o equivalente a 1.703,32% a mais de voos em relação a abril de 2020. O acréscimo na conectividade em relação a maio foi de 7,29% e de 355,36% em relação ao mês de junho do ano passado.

Informações de SBT News