Inadimplência acelera e atinge 68,4 milhões de brasileiros em setembro

O número de inadimplentes no Brasil registrou alta pelo nono mês consecutivo. Dados da Serasa apontam que, em setembro, 68,4 milhões de pessoas estavam com dívidas atrasadas, cifra significativamente maior do que o registrado no mesmo período do ano passado – 62,2 milhões. 

Os cartões de crédito seguem liderando o ranking de inadimplência (29,45%), seguidos pelas contas básicas – água, luz e gás – (21,86%) e pelo varejo (12,38%). Segundo a Serasa, foram registradas 240,89 milhões de dívidas em setembro, que, juntas, somam R$ 295,7 bilhões. O valor médio de cada débito, por sua vez, ficou em torno de R$ 1,2 mil.

A região Nordeste contabiliza o maior número de estados com famílias inadimplentes (9), com margem acima de 34%. Em seguida, aparecem o Norte (7), Centro-Oeste (4), Sudeste (4) e Sul (3). No que se refere à faixa etária, pessoas entre 26 e 40 anos são aquelas com mais dívidas atrasadas ou vencidas (35%). 

Informações SBT News