COP27: acordo final ficará para sábado, à pedido do presidente do evento

“Meu compromisso continua sendo o de encerrar esta conferência de forma ordenada neste sábado (19)”, anunciou em pronunciamento Sameh Shoukry, presidente da 27ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27) e ministro egípcio.

Ele apenas confirmou o que já havia comentado anteriormente. Porque as negociações entre os países continua tensa sobre um possível programa de compensação, no qual países “desenvolvidos” doam verbas para aqueles “em desenvolvimento”. Uma forma de ressarci-los por tantos desastres naturais causados pelo aquecimento global, um fenômeno decorrente, principalmente, devido às emissões de gases de efeito estufa dos combustíveis fósseis nas nações ricas. 

O debate ganhou mais um capítulo nesta 6ª feira quando a União Europeia propôs um fundo especial financiado por uma base maior de doadores. Emergentes, como a China, teriam que contribuir também. Então, a esperança de uma solução para hoje caiu por terra.

“Hoje precisamos mudar de marcha novamente, o tempo não está do nosso lado”, afirmou Shoukry.

Informações de SBT News