Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ataque do Taleban contra consulado da Alemanha deixa pelo menos 6 mortos

O consulado da Alemanha no norte do Afeganistão foi atacado por um carro-bomba com um suicida, em uma ação que deixou pelo menos seis mortos e mais de 120 feridos, informaram nesta sexta-feira a polícia afegã e o Ministério das Relações Exteriores alemão. O ataque ocorreu na cidade de Mazar-i-Sharif, por volta das 23h10 (hora local) da quinta-feira.

O médico Noor Mohammad Faiz, do hospital Balkh, disse que quatro dos mortos foram levados ao local. Segundo ele, dois eram civis e dois ainda não haviam sido identificados. Em comunicado, o ministro das Relações Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, disse que os funcionários alemães e afegãos do consulado não se feriram.

A explosão destruiu o Hotel Mazar, onde fica o consulado, e também danificou prédios próximos. Moradores disseram que houve menos vítimas porque o ataque ocorreu tarde, embora posteriormente tenha ocorrido um confronto a tiros que durou cerca de cinco horas.

O ministro alemão disse que os autores do ataque entraram em confronto com o pessoal da segurança do consulado, com as forças alemãs, da Geórgia, Bélgica e Letônia que estão na cidade como parte da brigada de apoio ao governo local. O presidente afegão, Ashraf Ghani, qualificou a ação como um "crime contra a humanidade e todas as leis internacionais". A Organização das Nações Unidas também condenou o ataque, que segundo ela deixou entre os feridos 19 mulheres e 38 crianças.

O Taleban reivindicou a responsabilidade pela ação. A Alemanha tem 983 soldados no Afeganistão, a maioria deles na província de Balkh, como parte da missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Mazar-i-Sharif é a capital provincial e uma das mais ricas e importantes cidades do Afeganistão. Fonte: Associated Press.