Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Atirador invade Universidade Estadual de Ohio

(Foto: Estadão Conteúdo) - Atirador invade Universidade Estadual de Ohio
(Foto: Estadão Conteúdo)

A Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos, emitiu um alerta no fim da manhã desta segunda-feira, 28, alertando seus estudantes sobre uma "situação ativa de atirador no campus" e sugeriu que eles "corressem, se escondessem ou enfrentassem" - "Run, Hide, Fight", no original em inglês, um protocolo para este tipo de situações que parte da recomendação do FBI de "correr se for possível, se esconder se não puder correr e de enfrentar a ameaça se não puder correr ou se esconder".

A emissora americana NBC News afirmou que, de acordo com um porta-voz dos bombeiros da cidade de Columbus, capital do Estado, pelo menos sete pessoas foram levada para hospitais da região para serem atendidas em razão de ferimentos causados pelo atirador - duas delas estariam estáveis e ainda não há informações sobre as outras cinco.

Em sua conta no Twitter, autoridades estaduais de Ohio retuitaram a mensagem publicada por volta das 10 horas (13 horas em Brasília) do Serviço de Gerenciamento de Emergências da Universidade Estadual de Ohio, reiterando a ameaça nas dependências do centro de ensino. "Alerta: (situação de) ativa de atirador no campus. Corra, se esconda ou lute. Watts Hall", diz o tuíte original da universidade, se referindo ao prédio que abriga cursos de engenharia e ciência de materiais.

Pouco depois, a universidade publicou uma nova mensagem na rede social: "continuem abrigados nas regiões ao norte do campus. Sigam as orientações da polícia no local", afirmou a mensagem.