Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Carro explode em escola da polícia na Colômbia

(Foto: Luisa Gonzalez/Reuters) - Carro explode em escola da polícia na Colômbia
(Foto: Luisa Gonzalez/Reuters)

Um carro-bomba foi detonado no estacionamento da Academia-Geral de Polícia Francisco de Paula Santander, onde se formam os oficiais da Polícia Nacional colombianos, em Bogotá. Pelo menos oito pessoas morreram e 30 ficaram feridas.

Testemunhos citados pela imprensa local disseram que um homem chegou ao portão central da escola e acelerou o veículo quando os guardas tentaram detê-lo para que passasse pelo controle de segurança.

Pelo Twitter, o presidente da Colômbia, Iván Duque, que estava em viagem, disse que está regressando imediatamente a Bogotá com a cúpula militar. O presidente classificou o ato como terrorista.

"Vamos ao lugar do acontecido. Dei ordens à Força Pública para encontrar os autores desse ataque e levá-los à Justiça. Todos os colombianos repudiamos o terrorismo e estamos unidos para enfretá-lo. Colômbia se entristece mas não se curva diante da violência", disse.

Em comunicado oficial, o Ministério da Defesa informou que as investigações já estão em curso para encontrar os responsáveis.

"Ordenei à Força Pública redobrar os esforços em segurança. A investigação para encontrar os responsáveis segue. Solidariedade às famílias e à instituição", disse o ministro da Defesa, Guillermo Botero.

Os feridos estão recebendo atendimento no Hospital Policlínica da Polícia Nacional.

Informações Agência Brasil

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo