Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

China envia alto representante para Coreia do Norte em meio a abalos nas relações

(Foto: Livemint) - China envia alto representante para Coreia do Norte
(Foto: Livemint)

O mais alto representante chinês já enviado à Coreia do Norte em dois anos realizou reuniões na capital do país para tentar melhorar as relações que amargaram entre os países. Os laços foram abalados depois que Pequim fortaleceu sanções e após expressões de apoio aos pedidos do presidente norte-americano, Donald Trump, por mais pressão para que norte-coreanos abandonem o programa de armas nucleares.

A missão oficial de Song Tao, iniciada nesta sexta-feira, é informar autoridades sobre o resultado do congresso do Partido Comunista Chinês realizado no mês passado. Ele visita o país como enviado especial do presidente Xi Jinping, segundo informam órgãos de imprensa estatais chineses e norte-coreanos, mas não há mais detalhes sobre o itinerário da viagem ou sobre se ele vai se reunir com o líder norte-coreano Kim Jong Un.

Após desembarcar, Song se encontrou com Choe Ryong Hae, vice-líder do partido governista e uma das lideranças mais altas depois de Kim.

Durante a reunião, Song falou a Choe sobre os desdobramentos do congresso do Partido Comunista e ainda entregou um presente para Kim, conforme informou a agência de notícias oficial de Pyongyang neste sábado. A agência afirmou que Song reforçou a posição do Partido Comunista a respeito da "relação tradicionalmente amigável" entre os dois países.

A visita é entendida como um esforço de Xi para explorar uma nova abordagem para as relações e provavelmente reflete o desejo do presidente chinês de se afastar de eventuais pressões de Washington.

As relações da China com a Coreia do Norte se deterioraram sob Kim, que tem ignorado os pedidos de Pequim para acabar com as armas nucleares e testes de mísseis.

A Coreia do Norte realizou seu sexto teste nuclear no dia 3 de setembro, detonando o que o país disse ser uma bomba de hidrogênio. Dias depois, em 15 de setembro, um míssil sobrevoou a ilha japonesa de Hokkaido.

Song é o primeiro oficial chinês de nível ministerial a visitar a Coreia do Norte desde outubro de 2015. Ele lidera o departamento Internacional do Partido Comunista. Fonte: Associated Press.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo