Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Democratas adiam votação de novo líder, após vitória de Trump

(Foto: Divulgação) - Democratas adiam votação de novo líder, após vitória de Trump
(Foto: Divulgação)

A líder da minoria na Câmara dos Deputados nos Estados Unidos, Nancy Pelosi, decidiu adiar as eleições de líderes dos democratas até depois do feriado de Ação de Graças, um movimento que facilita que um oponente se organize contra ela e ameace sua liderança. Em uma reunião de porta fechada nesta terça-feira, os democratas disseram que o partido precisava de mais tempo para avaliar o seu desempenho decepcionante nas eleições. Um após o outro, os democratas reivindicaram tempo para eleger líderes para o novo congresso, que, com a vitória de Donald Trump, será o primeiro em que os republicanos controlarão a legislatura e o poder executivo desde a presidência de George W. Bush.

"Acabamos de sofrer uma grande derrota na terça-feira passada, tivemos uma derrota inesperada e temos de refletir", disse o congressista G.K. Butterfield a repórteres, enquanto deixava a reunião.

O adiamento, até 30 de novembro, abre a possibilidade de alguns novos rostos na liderança dos democratas. Um possível nome para o cargo de líder democrata deverá ser o de Tim Ryan, representante de Ohio, que vem atendendo a chamadas nos últimos dias de pessoas que pedem que ele represente os eleitores brancos da classe trabalhadora.