Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Democratas e republicanos divergem sobre saúde em reunião de governadores

Governadores democratas e republicanos dos Estados Unidos divergiram neste sábado sobre uma proposta liderada pelo Partido Republicano para uma grande reforma do Medicaid, programa de saúde para indivíduos de baixa renda.

Os governadores do Partido Republicano pretendem apresentar ao Congresso um plano que, segundo eles, dará mais flexibilidade aos Estados para administrar a cobertura de saúde para os residentes mais pobres, ao mesmo tempo em que protege os Estados de absorver os custos da revogação do Ato de Cuidados Acessíveis, o Obamacare.

Governadores democratas disseram neste sábado que seus colegas republicanos estão sendo desonestos sobre os efeitos do plano. "Eles querem gastar menos dinheiro com os cuidados de saúde das pessoas para que eles possam fazer cortes de impostos para os ricos. Eles tentaram colocar essa camuflagem na proposta de que de alguma forma eles estão dando aos governadores flexibilidade. Nós temos muita flexibilidade", disse o governador de Washington, o democrata Jay Inslee. "Não é isso que estamos pedindo".

A retórica raivosa sobre a reforma dos cuidados de saúde agitou a reunião de inverno da Associação Nacional de Governadores. Na tarde de sábado, os governadores reuniram-se a portas fechadas com o secretário de Saúde, Tom Price, que, segundo vários governadores, disse que a administração Trump quer se associar com os Estados para reformar os cuidados de saúde, mas não deu detalhes.

Enquanto isso, na Casa Branca, Trump se reuniu com dois governadores republicanos, Scott Walker, de Wisconsin, e Rick Scott, da Flórida, e discutiu "como resolver melhor os problemas" da lei de saúde da era Obama, com "ênfase especial" sobre o papel dos Estados nos cuidados de saúde, de acordo com uma declaração de seu secretário de imprensa. O grupo inteiro de governadores se reunirá com Trump e líderes do Congresso na segunda-feira.

Os governadores também ouviram o relatório de um consultor sobre o impacto fiscal de uma reforma do Medicaid nos Estados. O relatório prevê que as reformas do Medicaid que estão sendo propostas pelos republicanos da Câmara dos Representantes resultariam em milhares de pessoas perdendo sua cobertura de seguro saúde em um Estado de tamanho médio.

A proposta do Medicaid dos governadores republicanos exorta o Congresso a mudar o Medicaid de um direito federal aberto para um programa projetado por cada Estado dentro de um limite financeiro. O Medicaid fornece seguro para mais de 70 milhões de norte-americanos de baixa renda, e os Estados tiveram a opção de torná-lo disponível para mais pessoas sob a revisão de cuidados de saúde de Obama.

O governador do Arizona, o republicano Doug Ducey, disse que os democratas estão falhando em reconhecer as deficiências da lei de saúde de Obama e a necessidade de reformas urgentes. "Nós não queremos ver qualquer cidadão ter o tapete puxado de debaixo dele, mas sabemos que o Obamacare está falhando", disse Ducey. "Estamos trabalhando duro para montar um plano que irá substituir o Obamacare e realmente ser uma melhoria para os cuidados de saúde, ser uma verdadeira reforma do sistema Medicaid." Fonte: Associated Press.