Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Estado do Texas defende decreto de Trump contra imigrantes

O estado do Texas defendeu o presidente dos EUA, Donald Trump, em relação ao seu decreto que proíbe viajantes de sete nações predominantemente muçulmanos de entraram nos EUA que, segundo o presidente, é destinado a proteger o país de terroristas, dividindo-se com os estados que denunciaram o decreto como um ataque aos imigrantes.

O procurador-geral do Texas, Ken Paxton, pediu ao 9º Tribunal de Apelações do Circuito Americano, com sede em San Francisco, para reconsiderar sua decisão e não restabelecer imediatamente a proibição.

"Todo Estado tem um interesse substancial na saúde e no bem-estar de seus cidadãos, mas os estados devem confiar no executivo federal para determinar quando a entrada de estrangeiros deve ser suspensa por razões de segurança pública", escreveu Paxton.

Um painel de três juízes do 9º Circuito na semana passada se recusou a bloquear o decreto. Os juízes rejeitaram a autoridade de Trump e questionaram seus motivos.

A decisão veio em um processo movido pelos estados de Washington e Minnesota, que disse que a proibição era inconstitucional.

O tribunal de recurso decidirá se terá ou não um painel maior de juízes para reconsiderar a decisão. Fonte: Dow Jones Newswires.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo