Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Na França, Fillon é favorito nas primárias da centro-direita, após Sarkozy sair

O ex-primeiro-ministro François Fillon aparece como favorito à disputa das primárias da centro-direita na França, que terão segundo turno neste domingo. Na votação inicial, realizada ontem, Fillon ficou à frente, seguido pelo prefeito de Bordeaux, Alain Juppé. Uma pesquisa da Opinionway, realizada com 3.095 pessoas que votaram no primeiro turno, mostrou que Fillon deve levar o segundo turno, com 56% dos votos.

Fillon e Juppé ficaram à frente do ex-presidente Nicolas Sarkozy, que admitiu a derrota e recomendou a seus partidários que votem em Fillon. O ex-premiê do governo Sarkozy também já foi ministro do Trabalho e da Educação.

Fillon defende em sua plataforma grandes cortes de gastos públicos, inclusive com o fim de cerca de meio milhão de cargos públicos, e reformas trabalhistas, com aumento da carga horária, hoje em 35 horas semanais no país. Juppé, por sua vez, defende uma "identidade feliz" para a França, que respeite as diferenças e supere as tensões sociais, propondo menos cortes no funcionalismo e sem elevação rápida de impostos.

Sarkozy centrou sua campanha em um compromisso com medidas duras na segurança e com mais restrições à imigração. A derrota do ex-líder foi considerada uma surpresa, já que ele aparecia bem nas pesquisas.

As sondagens sobre o cenário político para as eleições do ano que vem mostram que o vencedor das primárias da centro-direita deve estar bem posicionado para passar ao segundo turno. A líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, deve ser a rival nessa disputa do segundo turno. Fonte: Dow Jones Newswires.