Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Opep: reunião que precede encontro do grupo teve discussões 'construtivas'

Autoridades da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seis países produtores da commodity (não membros) terminaram uma reunião com "discussões frutíferas e construtivas" neste sábado, segundo uma declaração emitida pela organização.

A reunião, que precedeu uma conferência dos países produtores pertencentes ao grupo que vai ser realizada no dia 30 de novembro, foi para discutir métodos para um acordo de redução da produção de petróleo no mundo e fazer frente aos grandes estoques. Participaram da reunião de hoje Azerbaijão, Brasil, Casaquistão, México, Omã e Rússia.

Na declaração, a Opep disse que os representantes expressaram preocupação sobre "um excesso de oferta persistente" de petróleo. Para chegar a uma redução, entretanto, alguns membros podem ter de cortar sua produção, algo que as nações tem refutado em fazer.

Uma outra possibilidade seria a Arábia Saudita ser a única nação a reduzir sua produção, já que sozinha ela é responsável por cerca de um terço da commodity entre os membros do grupo e que, ao invés de reduzir, tem aumentado sua captação na esperança de um corte na mercado de óleo de xisto nos Estados Unidos.

A Opep destacou também que um princípio de acordo foi anunciado no mês passado para reduzir a produção o suficiente para resultar em um aumento nos preços - ainda que o barril esteja abaixo de US$ 50, menos da metade do que custava há três anos.

Desde setembro, os preços do petróleo têm sido impulsionados pelo acordo preliminar entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para cortar a produção e alavancar a cotação.