Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Oposição diz que Netanyahu recuou no processo de paz por medo de perder apoio

O líder oposicionista Isaac Herzog, da coligação de centro-esquerda União Sionista, afirmou nesta segunda-feira que o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, estava pronto para congelar a construção em assentamentos em boa parte da Cisjordânia e se dirigir a nações árabes da região, mas acabou por recuar, diante do medo de perder o controle no poder.

Herzog disse durante evento em Jerusalém que Netanyahu recuou de seus compromissos. "A história julgará Netanyahu por aquele fracasso", afirmou. O episódio remeteria ao período em que o secretário de Estado americano era John Kerry, no governo do presidente Barack Obama.

Na semana passada, Netanyahu visitou a Casa Branca, onde foi recebido pelo atual presidente dos EUA, Donald Trump. Na ocasião, Trump disse que não necessariamente defenderá a solução de dois Estados para acabar com o conflito entre Israel e os palestinos.

Netanyahu participou de uma reunião organizada por Kerry na cidade jordaniana de Aqaba em fevereiro do ano passado, que incluiu o rei da Jordânia, Abdullah II, e o presidente do Egito, Abdel Fattah el-Sissi. O premiê israelense rejeitou a oferta feita, que teria exigido uma retirada significativa de terras ocupadas pelos israelenses, ao dizer que não conseguiria ganhar apoio suficiente da linha-dura de seu governo de coalizão. Fonte: Associated Press.