Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Pesquisa mostra Hillary Clinton com 12 pontos de vantagem sobre Donald Trump

(Foto: Arquivo) - Pesquisa mostra Hillary Clinton com 12 pontos de vantagem sobre Trump
(Foto: Arquivo)

Uma nova pesquisa divulgada pela ABC News neste domingo mostrou a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton, com 50% das intenções de voto, contra 38% do republicando Donald Trump. O levantamento anterior da própria ABC mostrava uma vantagem de quatro pontos para Hillary. O levantamento foi realizado entre os dias 20 e 22 de outubro, com uma amostra nacional de 1.391 pessoas, incluindo 874 eleitores, e tem uma margem de erro de 3,5 pontos.

A mesma pesquisa revela que 59% dos prováveis eleitores rejeitam a afirmação de Trump sobre uma manipulação no pleito em favor de Hillary , e 65% disseram que desaprovaram sua recusa a dizer se aceitará o resultado da eleição em caso de derrota.

O presidente do Partido Republicano, Reince Priebus, minimizou hoje as declarações de Trump sobre manipulação, dizendo que o partido vai ser "razoável" para avaliar os resultados da eleição marcada para o dia 06 de novembro. "Perder por uma centena de votos é uma coisa", disse Priebus em entrevista a uma emissora de TV. "Perder por 100.000 é diferente. Acho que podemos ser razoáveis sobre esta questão."

Eric, filho de Donald Trump, adotou um discurso semelhante. "Olha, se for um resultado justo, ele com certeza vai aceitá-lo. Não há dúvida sobre isso", afirmou em entrevista.

Na última semana, o candidato republicano intensificou suas alegações de fraude eleitoral, quando se recusar a dizer que ele aceitará os resultados das eleições durante o terceiro e último debate presidencial, realizado em 19 de outubro. Os comentários têm sido duramente criticados tanto por democratas quanto por republicanos, que os classificaram como irresponsável e perigoso. Alguns funcionários do Partido Republicano alertam que a declaração pode diminuir o número de eleitores do partido.

Priebus argumentou que a "enxurrada" de cobertura negativa da mídia em relação a Trump, - em contraste com o que os republicanos alegam ser uma cobertura inadequada sobre os e-mails de campanha de Clinton que foram vazados -, juntamente com preocupações sobre potencial fraude eleitoral potencial, levaram o candidato a dizer: "Eu estou levando em conta todas as opções". Fonte: Dow Jones Newswires.