Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Policial é morto durante protesto contra o governo no Iraque

Um policial iraquiano foi morto durante protestos contra o governo na capital iraquiana neste sábado, de acordo com a polícia e funcionários de um hospital, que afirmaram que outros sete policiais ficaram feridos, assim como outras dezenas de pessoas.

Os manifestantes, leais ao clérigo iraquiano Muqtada al-Sadr, se reuniram em

Bagdá exigindo que a comissão que supervisiona o calendário de eleições locais seja revista. Tiros foram disparados no centro de Bagdá quando as forças de segurança usaram fogo e gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.

Funcionários do hospital, que falaram sob condição de anonimato, pois não têm permissão para conversar com jornalistas, disseram que o policial morreu de um ferimento de bala.

A multidão tentava entrar na altamente fortificada Zona Verde de Bagdá, que abriga a maioria das embaixadas estrangeiras no Iraque e as sedes do governo. Os manifestaram começaram a dispersar após uma declaração do escritório de al-Sadr pedindo a seus seguidores para abster-se de tentar entrar na zona restrita.

Al-Sadr acusou a comissão eleitoral de ser corrupta e defendeu a mudança dos membros do grupo, de acordo com uma declaração de seu escritório.

"Não vamos ceder às ameaças", disse o chefe da comissão eleitoral,

Serbat Mustafa, em entrevista a um canal de televisão local iraquiano no sábado à tarde. Mustafa disse que não pediria a renúncia e acusou al-Sadr de usar a comissão como um "bode expiatório" político. Al-Sadr tem sido um forte crítico do primeiro-ministro Haider al-Abadi.

No ano passado manifestantes, incluindo muitos seguidores de Al-Sadr, entraram na zona fortificada duas vezes. Al-Abadi disse que respeita os direitos de todos os iraquianos de pacificamente se manifestar, mas pediu o respeito às leis e à propriedade pública e privada.

Fonte: Associated Press

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo