Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Presidente do Parlamento alemão pede acordo a líderes partidários

A Alemanha está enfrentando "um teste, mas não uma crise de Estado", afirmou hoje o presidente do Parlamento alemão, Wolfgang Schäuble, ao pedir que líderes políticos do país demonstrem mais disposição para chegar a um acordo, após o recente fracasso de conversas para a formação de uma nova coalizão governista.

No domingo, o Partido Democrático Liberal (FDP, na sigla em alemão) abandonou o diálogo sobre a formação de uma coalizão com a aliança conservadora da chanceler Angela Merkel e com os verdes, de centro-esquerda. Em setembro, o grupo de Merkel venceu as eleições gerais, mas sem conquistar maioria parlamentar.

Merkel agora tem a possibilidade de enfrentar uma nova votação ou liderar um governo minoritário.

Ontem, o presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, pediu aos líderes partidários que repensem suas posições. Steinmeier tem uma reunião marcada nesta terça-feira com representantes do FDP e dos verdes.

Schäuble, o mais antigo parlamentar da Alemanha e um veterano de várias coalizões governamentais, também fez um apelo hoje à medida que a câmara baixa se reuniu apenas pela segunda vez desde a eleição de 24 de setembro.

"Podemos ter opiniões diferentes de como devemos ser governados, mas está claro que devemos ser governados", disse ele, acrescentando que "democracias exigem maiorias" e que o impasse atual pode ser resolvido.

Caberá a Steinmeier a decisão de preparar o terreno para um governo minoritário ou convocar novas eleições. Fonte: Associated Press.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo