Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Promotor argentino apresenta acusação contra Macri por acordo com serviço postal

(Foto: Divulgação) - Promotor argentino apresenta acusação contra Macri
(Foto: Divulgação)

Um promotor federal argentino apresentou uma acusação hoje contra o presidente Mauricio Macri e dois de seus funcionários por um acordo assinado pelo governo com um grupo empresarial, liderado pelo pai de Macri, para cancelar uma dívida contraída quando ele administrou o serviço postal no país.

A ação penal apresentada pelo promotor Juan Pedro Zoni pretende "verificar as responsabilidades criminais que poderiam caber a todos os atores envolvidos em todo o trâmite do processo judicial acima mencionado, o que mostra que o interesse público não teria sido adequadamente protegido".

Em junho do ano passado, o governo argentino aceitou uma proposta de pagamento de dívida apresentada pelo Correo Argentino, pertencente ao Grupo Macri, cujo proprietário é Franco Macri, magnata que administrou o serviço postal dos anos 90 até a sua nacionalização no começo deste século.

Além de Macri, o promotor também acusou o ministro das Comunicações Oscar Aguad e o diretor de Assuntos Jurídicos da pasta, Juan Manuel Mocoroa. Fonte: Associated Press.