Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

'Rússia é ameaça cada vez maior', diz chefe do serviço secreto britânico

- 'Rússia é ameaça cada vez maior', segundo serviço secreto britânico

O chefe do serviço secreto britânico (MI5), Andrew Parker, afirmou, em entrevista ao The Guardian, que, a Rússia era uma ameaça cada vez maior, superando, inclusive, os extremistas islâmicos. "A Rússia utiliza toda a variedade de órgãos e poderes estatais para impulsionar a sua política externa de forma cada vez mais agressiva, incluindo propaganda, espionagem, subversão e ataques hackers", disse Parker.

Foi a primeira vez, em 107 anos, que um líder do MI5 concedeu uma entrevista a um jornal. Segundo Parker, apesar da ameaça do extremismo islâmico ser um dos assuntos que ocupa grande parte da capacidade do serviço secreto, as ações ocultas de outros países, em especial da Rússia, são um perigo cada vez maior.

Após a divulgação da entrevista, a Rússia negou as alegações feitas pelo chefe do MI5. "Essas palavras não correspondem com a realidade", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov. "Até que alguém produza alguma prova, vamos considerar essas declarações infundadas e sem base", disse.

Em outras partes de Moscou, houve reação à entrevista de Parker. "Gostaria de perguntar ao chefe do MI5 se ele também vê a mão do Kremlin na nomeação de Boris Johnson como chefe do Ministério das Relações Exteriores", questionou Maria Zakharova, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia. Ela se recusou a comentar mais.

Por sua vez, a embaixada da Rússia em Londres postou uma mensagem no Twitter dizendo que estava "triste por ver um profissional preso a seu próprio mundo-propaganda". Junto com a mensagem, foi pastado um cartaz do filme "Os russos vêm aí" (1966).