Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Trump e Hillary começam debate sem aperto de mão e discutindo Suprema Corte

Os dois candidatos à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton e Donald Trump começaram o terceiro e final debate presidencial na noite desta quarta-feira, em Las Vegas, sem o tradicional aperto de mão no início do encontro. A primeira questão foi sobre o papel da Suprema Corte no país.

Hillary começou dizendo que a Suprema Corte deve ser para o povo, não para os poderosos e as grandes corporações. Ela também argumentou que a Corte precisa ficar do lado das regras que defendem o direito das mulheres e das minorias, citando o grupo LGBT.

Com a voz rouca, Trump criticou a juíza Ruth Bader Ginsburg, de 83 anos, e que chamou o bilionário de "impostor". A juíza foi nomeada pelo então presidente Bill Clinton, marido de Hillary. Ainda sobre o tema, Trump afirmou que ele apoia juízes que veem a Constituição "do jeito que ela deve ser" e será este tipo de magistrado que ele vai nomear.

Questionados sobre o abortos, os dois disseram ser favoráveis ao planejamento familiar. Na primeira parte do debate, não houve interrupção dos dois candidatos. (Altamiro Silva Junior, correspondente, altamiro.junior@estadao.com)