Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Venezuelanos aumentam pressão sobre Maduro com greve de 12 horas

Lojas e escolas estão fechadas e o tráfego em Caracas está nitidamente mais tranquilo na hora do rush com muitos cidadãos da capital da Venezuela de braços cruzados em casa para expressar sua oposição ao presidente Nicolas Maduro.

A greve de 12 horas ocorre no momento em que a oposição aumenta a campanha para forçar Maduro a deixar o governo, após autoridades terem cancelado um referendo pela sua saída.

Autoridades ameaçaram expropriar comércios que decidissem permanecer fechados hoje. Entretanto, grandes empresários insistiram na pausa das operações nesta sexta-feira em um protesto.

A greve lembra as táticas da oposição usadas em 2002 antes de um golpe contra o então presidente Hugo Chávez. Mas enquanto Chávez ainda é reverenciado por muitos, Maduro não goza da mesma popularidade. De acordo com pesquisas, três entre quatro venezuelanos querem que Maduro deixe o governo este ano. Fonte: Associated Press.