Jogo do Tigrinho: polícia faz operação contra jogos de azar na Grande Curitiba

Com a colaboração de Polícia Civil do Paraná

Desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (7), a Polícia Civil do Paraná (PCPR) faz uma operação contra um grupo criminoso responsável por lesar vítimas através de jogos de azar, conhecido como “Jogo do Tigrinho”. A ação acontece em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

jogo-do-tigrinho
Foto: PCPR

Os agentes vão cumprir um mandado de busca e apreensão decorrente da investigação voltada a quadrilha. De acordo com as PCPR, os indivíduos utilizavam um caça-níquel eletrônico para enganar pessoas em todo o país.

“Este é um desdobramento da ação que fizemos em novembro, na qual prendemos três pessoas e apreendemos carros e motos de luxo, US$ 3,2 mil, R$ 700, aparelhos eletrônicos e armas de fogo”,

explica o delegado Tiago Dantas.

Veja também:

O link da plataforma disponibilizado pelos indivíduos direcionava os usuários para apostas no Jogo do Tigrinho, onde os suspeitos lesavam os participantes. A quadrilha fazia rifas em perfis de redes sociais de carros e valores em dinheiro. Na sequência, as vítimas depositavam valores em troca da participação nos sorteios, mas os prêmios não eram entregues.

Além disso, os suspeitos ainda postavam vídeos com bebidas e veículos de luxo. A quadrilha é investigada por crime contra a economia popular, associação criminosa, exploração de loteria sem a autorização legal e lavagem de dinheiro.

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia
Alisha
Alorino
Antônio Carlos
Bianca Granado
Camila Santos
Edvaldo Corrêa
Elaine Damasceno
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
Giselle Suardi
Guilherme C Carneiro
Mateus Afonso
Mauro Mueller
Oseias Gomes
Papai em Dobro
Tais Targa