Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Marcelo Belinati fala sobre gestão e explica novas propostas

(Foto: Laís Rodrigues\Rede Massa) -  Marcelo Belinati fala sobre gestão e explica novas propostas
(Foto: Laís Rodrigues\Rede Massa)

O Prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, do Partido Progressista (PP), deu entrevista ao Programa “Tribuna da Massa”, na quarta-feira (20). Durante a conversa, o político falou sobre temas que considerou importantes na sua gestão e respondeu as perguntas de telespectadores da cidade.

A respeito do projeto da reforma agrária, o prefeito afirmou que o projeto foi avaliado em R$ 11 milhões, mas o valor destinado foi inferior. De acordo com Belinati, as estradas de terra de Lerrovile até o assentamento “Eli Vive” e do assentamento até Guairacá serão melhoradas. “Uma equipe própria da prefeitura vai começar o trabalho até que seja feita a licitação para a contratação de profissionais. Até março as máquinas estarão trabalhando”, afirmou.

O político ainda explicou que atualmente existem obras que estão atrasadas, devido às condições climáticas, como a chuva e outras que estão adiantadas. 

Belinati também abordou a importância da educação e fez questão de falar sobre novas instituições que estão sendo idealizadas. Ao todo, cinco creches e quatro escolas estão em construção e nove escolas estão sendo reformadas. Conforme o Prefeito, essas obras estão dentro do cronograma previsto. A gestão de Belinati também tem o objetivo de construir uma escola no Conjunto Vista Bela.

Como resposta a uma das perguntas dos telespectadores, o político informou que a falta de médico pediatra no posto de saúde do Bairro Cafezal, é devido à falta de mão de obra. “Abrem 10 vagas no HU e aparecem apenas três candidatos. A Prefeitura não consegue contratar pediatra. Não tem profissional para as vagas”, destacou Belinati.

De acordo com o Prefeito, faz parte do plano de seu governo construir um “grande centro de especialização para pediatria e ginecologia”, que assista todas as regiões da cidade. Belinati informou que este centro não atenderia casos de urgência e emergência, mas sim consultas ambulatoriais. “A equipe da Secretaria de Saúde está trabalhando de forma que consiga mudar essa situação. Também vamos reconstruir o PAI”, finalizou o Prefeito.

Colaboração Laís Rodrigues

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo