Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Adolescentes são detidas suspeitas de assassinar idoso

Duas adolescentes foram detidas nesta sexta-feira (2) suspeitas de envolvimento na morte de Nelson Ricardo Wolf, de 66 anos. O homem foi encontrado morto a facadas no balneário Rio Verde, em Ponta Grossa, no dia 23 de novembro. As meninas, de 14, 16 e 17 anos, foram identificadas pela polícia e duas delas foram conduzidas até o Centro de Socioeducação (Cense) de Ponta Grossa.

Segundo a polícia, uma das jovens tinha um grau de parentesco com a vítima. Conforme ela relatou, em depoimento, ela sofreu abusos sexuais quando era criança, e também via Wolf maltratando outras pessoas da família. Por isso, ela arquitetou um plano para matar o idoso e chamou duas amigas para auxiliá-la. Para convencer as comparsas, ela disse que todo o dinheiro encontrado com a vítima seria dividido entre elas, conforme explicou o delegado Maurício Souza da Luz.

No dia do crime, as adolescentes seguiram com a vítima até o balneário, beberam e usaram drogas. Quando uma das jovens escondeu a chave do carro, Wolf teria percebido o que estava acontecendo e decidiu fugir, conforme relato das suspeitas à polícia. Ele acabou tropeçando em um arame e a adolescente de 17 anos desferiu pelo menos uma facada nele. Segundo o delegado, a faca quebrou no momento deste golpe e foi encontrada no local do crime pouco depois do corpo ser encontrado.

A adolescente usou um pedaço de pau para atingir a cabeça de Wolf, que desmaiou. Sem saber se o homem ainda estava vivo, as meninas decidiram amarrá-lo. O idoso não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime.

O grau de parentesco entre uma das suspeitas e a vítima não foi divulgado para que não seja possível identificar a adolescente. A polícia ainda realiza buscas pela terceira suspeita.