Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Agentes de endemias conversam com profissionais do Hospital da Zona Norte

(Foto: Arquivo AENPr) - Agentes de endemias conversam com profissionais do Hospital da Zona No
(Foto: Arquivo AENPr)

Os colaboradores do Hospital Doutor Anísio Figueiredo da Zona Norte receberão os agentes municipais de endemias na próxima terça (14) e quarta-feira (15), das 9h às 10h30, no auditório do hospital que fica na Rua Odilon Braga, 199, no Conjunto Sebastião De Melo Cesar.

A intenção é conversar com cerca de 50 profissionais para alertá-los sobre os perigos com a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Para isso, os técnicos apresentarão medidas preventivas como os cuidados necessários com os quintais e objetos que podem acumular água, os sintomas da doenças e as formas de tratamento.

A educadora em endemias Lucimara Vasconcelos conta que a equipe foi convidada para dar uma palestra para os colaboradores do hospital, porque naquela região há um alto índice de infestação do mosquito, principalmente no Parque Germano Balan. “Quanto mais pessoas ajudarem a combater o mosquito, menos focos e casos de dengue haverá na cidade”, disse

Além de alertar os profissionais sobre a dengue, os agentes de endemias falarão também sobre as outras endemias causadas por meio da picado do mosquito Aedes aegypti, como a zika, chikungunya e a febre amarela.

O Germano Balan, é o bairro mais preocupante de Londrina. De acordo com o último Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) a cada 100 casas inspecionadas, 40 estavam com focos do mosquito, ou seja, 40% do bairro.

As entidades e empresas que desejarem agendar palestras com os agentes de endemias podem telefonar de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, para (43) 3372-9427.

Colaboração Assessoria de Imprensa.