Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Amigo de Daniel afirma que recebeu 'selinho' de Cristiana Brittes

(Foto: Assessoria P2/Divulgação) - Amigo de Daniel afirma que recebeu 'selinho' de Cristiana Brittes
(Foto: Assessoria P2/Divulgação)

O segundo dia de audiências do processo que investiga a morte do jogador Daniel Corrêa Freita contou, também, com o depoimento de um amigo do atleta, no Fórum de São José dos Pinhais. O rapaz, que não participou do after na casa da família Brittes, esteve na balada junto com o jogador para comemorar o aniversário de Allana Brites.

Durante o depoimento, prestado na tarde desta terça-feira (19), a testemunha contou que não acompanhou Daniel até a festa na casa da família Brittes pois precisava trabalhar, e que começou a ficar preocupado após o amigo não aparecer. Em seguida, o rapaz relatou que viu uma foto de um corpo com as mesmas características do amigo, e teve a certeza de que era Daniel.

Sobre a festa de aniversário de Allana Brittes, comemorada em uma balada no bairro Batel, em Curitiba, o rapaz afirmou que a aniversariante e sua mãe, Cristiana Brittes, tinham bebido muito e estavam alteradas. De acordo com o amigo de Daniel, no final da festa, quando tentava “ficar” com uma menina, recebeu um selinho e, ao olhar para trás, viu que era a Cristiana. O rapaz afirmou, ainda, que tentou ir atrás da mulher para esclarecer os fatos pois ela era casada, mas não conseguiu.

A testemunha também relembrou, durante o depoimento, que certa vez encontrou Allana e Cristiana – sem o marido, Edison – em um bar da cidade, e que a mulher havia “ficado” com outro homem. A afirmação foi questionada pelo advogado da família Brittes, Claudio Dalledone, que pediu para que a testemunha comprovasse que Cristiana havia beijado outros homens. O rapaz, por sua vez, disse que não tinha como provar, e que tinha ficado com medo de falar sobre o beijo na Delegacia de São José dos Pinhais.

Por fim, o amigo do jogador falou que ele e os amigos jamais postaram fotos de mulheres nuas no grupo que tinham no WhatsApp, e que a foto de Daniel com Cristiana só foi enviada para o grupo no domingo – um dia após o crime – pois todos estavam preocupados.

Também prestaram depoimento nesta tarde a mãe do jogador, Eliana Corrêa, e a tia, Iolanda Regina Corrêa de Assis.

Colaboração Jairo Nascimento/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo