Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Após 12 horas, rebelião em Ibaiti termina com acordo; pelo menos 40 detentos fugiram

Depois de 12 horas, a rebelião dos detentos na Cadeia Pública de Ibaiti foi encerrada na manhã desta quarta-feira (15). A rendição aconteceu depois que a juíza Fabiana Cristina Ferrari entrou em acordo com os presos e ofereceu a transferência de alguns para outras cadeias. A negociação foi feita com a presença da equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) de Curitiba.

A rebelião, que iniciou por volta das 21 horas, aconteceu depois que os detentos renderam o agente penitenciário no local e fizeram ele refém. Os 160 detentos, que estavam no local, pediam melhores condições na cadeia, que tem capacidade apenas para 30. Durante o motim, a Polícia Civil informou que pelo menos 40 detentos fugiram do prédio.

Durante a manhã, os moradores ficaram assustados depois que os presos entraram me confronto com a Polícia Militar (PM). O comércio da região também não abriu no início da manhã e as aulas foram suspensas nos colégios do bairro.

De acordo com a PM, mesmo com os disparos, ninguém ficou ferido. A rebelião deixou prejuízos na delegacia e nas viaturas, que foram quebradas e incendiadas pelos suspeitos.

A Polícia Civil ainda não detalhou quantos presos devem ser transferidos da cadeia.

Atualização

Em nota, a Polícia Civil (PC) afirmou que 33 detentos serão transferidos para uma unidade prisional em Cornélio Procópio.

Além disso, a Direção da PC confirmou que 28 presos conseguiram fugir do local. No momento, eles estão sendo procurados pelas forças de segurança do Estado. Até o momento, dois fugitivos foram recuperados.

Colaboração Valdir Bezerra/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo