Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Apreensões aumentaram 96% este ano na Receita Federal em Foz

(Foto: Divulgação) - Apreensões aumentaram 96% este ano na Receita Federal em Foz
(Foto: Divulgação)

A deflagração de operações de longa duração, como a Operação Fronteira Integrada, tem sido constante na região de Foz do Iguaçu e tem se revelado um poderoso instrumento no combate ao contrabando e descaminho. Segundo dados divulgados pela Receita Federal, no 1º trimestre de 2017, sob a influência da Operação Fronteira Blindada, os resultados tiveram crescimento expressivo.

As apreensões de mercadorias e veículos realizadas no primeiro trimestre de 2017 pela Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu somaram US$ 33 milhões (aproximadamente R$ 103 milhões), valor 96% maior que o registrado no ano anterior, quando as apreensões foram de US$ 17 milhões. A maior parte das apreensões foi realizada no âmbito da Operação Fronteira Integrada, que teve início no dia 06 de março deste ano.

Cigarros, eletrônicos e veículos representaram, juntos, mais de 82% do total das apreensões registradas no trimestre. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, os veículos tiveram uma redução das apreensões na ordem de 24%, de modo inverso, os eletrônicos tiveram um acréscimo de 397% e o cigarro de 230% no período. No total foram apreendidos 373 veículos e 16 milhões de maços de cigarros nesta região de fronteira.

Durante o 1º trimestre de 2017 foram realizadas 1.409 operações de repressão aos ilícitos aduaneiros por parte da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu, em praticamente todos os municípios situados na área de sua atuação. Grande parte desses trabalhos foi realizada de forma conjunta com órgãos parceiros que atuam no combate aos crimes de contratando e descaminho e tráfico de drogas e armas.

Foram ainda realizadas, no ano de 2017, pelas equipes operacionais da Receita Federal 9 prisões em flagrante por contrabando, descaminho, tráfico de drogas, medicamentos, armas e munições.

Com informações Rádio Cultura Foz / Receita Federal