Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Assassinos chegam em carro de luxo e matam dois dentro de lava car

(Foto: João Carlos Frigério / Massa News) - Assassinos chegam em carro de luxo e matam dois em lava car
(Foto: João Carlos Frigério / Massa News)

Dois homens morreram e um ficou ferido em estado grave ao serem baleados dentro de um lava car no bairro São Braz, em Curitiba. O crime aconteceu no começo da tarde desta terça-feira (21), na rua Maria Julia Correa da Silva.

De acordo com testemunhas, os assassinos chegaram em uma Land Rover verde, invadiram o terreno e atiraram contra as vítimas. A motivação para o crime ainda é desconhecida.

O dono do estabelecimento, conhecido como Fabinho, sobreviveu ao atentado. Ele foi encaminhado em estado grave ao Hospital Evangélico. Os dois mortos ainda não foram oficialmente identificados.

Testemunha conta o que viu e ouviu

Bastante abalado, um rapaz que passava pelo local no momento do crime contou o que viu. Ele foi um dos primeiros a chegar ao local do crime e acompanhou os últimos momentos de vida das duas vítimas.

“Foi muito tenso, não consegui ver, só ouvi os disparos. Foi um tiro atrás do outro. Parecia que eram duas armas, pela sequência de tiros. Pelo tanto de cartucho que tem ali... tem mais de 30, 40.

Eu estava passando na rua, a uns 10 metros do lava car. Parou o carro, desceram dois e começaram a atirar. Eles estavam em uma Land Rover verde.

Quando escutei o tiro me joguei no canto, no barranquinho que tem ali. Fiquei escutando. Quando parou, uns cinco segundos depois, escutei os caras gritando, provavelmente as vítimas, e fui lá ver.

Encontrei os três baleados, estavam vivos ainda. Tentei acudir, mas não podia mexer. Dois estavam agonizando de dor. Na hora bateu o desespero, você não sabe o que fazer.

Ficamos acompanhando pra eles não morrerem, tentando fazer alguma coisa. Mas quando a gente acudiu um o outro entrou em óbito. Foi muito tenso. É uma coisa complicada de descrever a cena. Nunca tinha passado por nada parecido. Você acompanhar como se fosse ao vivo é muito tenebroso”.

(Foto: Rudnei Vieira / Rede Massa)(Foto: Rudnei Vieira / Rede Massa) 

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo