Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ataque de abelhas deixa criança gravemente ferida

(Fotos: Tuia do Paraná/Rede Massa) - Ataque de abelhas deixa criança gravemente ferida
(Fotos: Tuia do Paraná/Rede Massa)

Na tarde desta segunda-feira (29), uma criança de onze anos foi vítima de ataque de abelhas. O fato aconteceu no município de Mandaguaçu, região metropolitana da Maringá.

De acordo com as informações, a vítima teve aproximadamente 50 picadas pelo corpo e foi encaminhada de helicóptero para o Hospital Universitário em Maringá. Devido areação alérgica as picadas de abelhas, a criança está entubada, em estado grave.

Fique atento

  • Para evitar acidentes com abelhas, não devem ser feitos movimentos bruscos, além de gritar ou ligar máquinas barulhentas próximo à colmeia.
  • Produtos químicos, como inseticidas, não devem ser usados para espantar os insetos, pois provocam a reação deles, que atacam em massa.
  • No caso de ataque de um enxame, o procedimento é fugir do local e procurar abrigo em um lugar escuro. É aconselhado correr em zigue-zague e proteger o rosto e pescoço das picadas.
  • Bater ou esmagar as abelhas pode provocar mais a ira do animal. Especialistas orientam a usar manta de cor clara em cima da vítima.
  • Pular na água também não é uma boa opção, pois os insetos esperam a imersão para ferroar o alvo.
  • A remoção de colmeias deve ser realizada apenas por apicultores.
  • O Corpo de Bombeiros atua em casos de emergência, e pode ser acionado pelo número 193.

Com informações Guilherme Fortunado/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo