Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ato público reforça combate à violência contra a mulher em Londrina

(Foto: Divulgação) - Ato público reforça combate à violência contra a mulher
(Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres e o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) vão realizar, sexta-feira (25), das 9 às 13 horas, um Ato Público alusivo ao Dia Internacional pela Não-Violência contra as Mulheres. A ação será no Calçadão de Londrina, entre as ruas São Paulo e professor João Cândido.

 O objetivo é alertar para os dados da violência contra as mulheres e trabalhar na defesa dos direitos das mulheres, no enfrentamento da violência doméstica e na implementação de políticas públicas específicas. Para isso, serão confeccionados painéis informativos, distribuídos materiais educativos e com a programação completa da campanha, serão realizadas orientações à população em geral e atividades artísticas. O Sindicato dos Bancários auxiliará a ação com empréstimo de caixas de som.

 Segundo a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Sônia Medeiros, é preciso falar sobre o assunto, pois ele existe e acontece em muitos lares brasileiros, não importando a classe social ou a raça. “A violência contra a mulher está em lares que, às vezes, nem se imagina. Por isso, escolhemos falar sobre o assunto no Calçadão, por ser, justamente, um local onde há muitos transeuntes, sejam homens, mulheres ou jovens que precisam saber mais sobre o Dia Internacional pela Não-Violência contra as Mulheres”, disse Sônia.

 Além dessa ação, ainda no dia 25 de novembro, a comunidade da Paróquia Nossa Senhora Rainha do Universo do Jardim Alvorada, em conjunto com o Conselho Municipal de Cultura da Paz (Compaz), fará uma atividade festiva, das 14 às 17 horas. No local, haverá sorteio de brindes, bingo, chá da tarde e lanche.

 De acordo com o secretário do Compaz, Luis Claudio Galhardi, a escolha da data para a atividade deu-se justamente para firmar a parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres. “Poderíamos ter escolhido qualquer outro dia para realizarmos essa ação, mas resolvemos fazê-la no dia 25 de novembro, para falarmos sobre a não-violência contra as mulheres e a importância da construção da cultura de paz em nossa sociedade. Por isso, além das atividades festivas faremos uma orientação e sobre o tema”, afirmou.

 As atividades fazem parte da “Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, que começou no dia 20 de novembro com a ação alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra. Ela é uma ação que acontece em cerca de 160 países, desde 1991. No Brasil, ele teve início em 2003 e, em Londrina, começou a ser celebrada em 2015.

Até o dia 9 de dezembro, a Prefeitura de Londrina e entidades parceiras vão realizar várias ações que englobam atos públicos, palestras, capacitações, atividades festivas, fórum de debates, entre outras. A programação completa está disponível no portal da Prefeitura (www.londrina.pr.gov.br/mulher).

São parceiros da campanha a Associação Nós do Poder Rosa, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, 6ª Vara Criminal de Justiça - Vara Maria da Penha, Promotoria Especializada em Violência Doméstica e Familiar do Ministério Público, Coletivo Black Divas, COHAPAR, Comissão da Mulher Advogada da OAB, Comissão da Promoção da Igualdade Racial da OAB, Comissão Dos Direitos Humanos da OAB, Comissão dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Londrina (CML), 10ª Subdivisão Policial de Londrina, EMATER, Grupo de Mulheres Corretoras de Imóveis (GMCI), Programa Municipal de Incentivo à Cultura da Secretaria Municipal de Cultura e o Sindicato dos Bancários de Londrina e Região.

(com informações do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina)