Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bandido tenta vender carro furtado para policiais e é preso

(Foto: Divulgação/Polícia Civil) - Bandido tenta vender carro furtado para policiais e é preso
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um rapaz, de 29 anos, foi preso no fim da manhã desta quinta-feira (09), no bairro Sitio Cercado, por policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) de Curitiba, ao tentar vender um veículo Gol vermelho, furtado no dia 7 de abril deste ano.

A polícia chegou até o rapaz investigando grupos de compra e venda de veículos furtados, roubados, adulterados ou com dívidas tributárias ou bancárias, os chamados “pizeiras”. Ao identificar um grupo, os policiais mostraram interesse na compra do carro e marcaram um local para ver o veículo, que era ofertado por R$ 2,5 mil.

No horário marcado, o suspeito chegou com o Gol, que estava com placas frias. O rapaz recebeu voz de abordagem e em uma verificação no carro, constataram que o chassi havia sido adulterado. Pelos outros sinais identificadores, foi possível confirmar, no entanto, que realmente se tratava de um carro com registro de furto.

Diante da situação, o rapaz, que não tinha antecedentes criminais, foi encaminhado junto com o veículo para a DFRV.  Ele foi autuado por receptação e venda de veículo adulterado. O veículo será submetido a uma perícia técnica antes de ser devolvido ao proprietário, por apresentar sinais de adulteração.

A polícia faz um alerta em relação a aquisição de carros ofertados pelas redes sociais e grupos na internet. “É preciso desconfiar de ofertas e descontos grandes, e se certificar de que  a documentação é verdadeira. A pessoa que comprar um carro irregular,  ou ser flagrada, poderá responder criminalmente”, falou o delegado responsável pelo caso, Herculano Augusto de Abreu.

CARRETA

Em outra ação, os policiais da DFRV recuperaram uma carreta que havia sido furtada do pátio de um posto de combustíveis, em 23 de outubro, em Curitiba. As investigações levaram os policiais até uma chácara em Rio Negro, onde a carreta foi localizada, inclusive com as placas já trocadas.

Com informações da Polícia Civil

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo