Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Banho de mar está liberado em 45 pontos do Litoral do Paraná

(Foto: Divulgação Sanepar) - Banho de mar está liberado em 45 pontos do Litoral do Paraná
(Foto: Divulgação Sanepar)

Os veranistas que frequentam o Litoral do Paraná devem ficar atentos aos locais impróprios para banho. A indicação é realizada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), que avalia a qualidade da água na região. Ao todo, 45 pontos estão liberados.

O monitoramento indica que em quatro pontos o banho não é indicado. Um deles é Antonina, na Ponta da Pita; e os outros três são trechos de rio de Morretes: Rio Nhundiaquara (em Porto de Cima e no Largo Lamenha Lins) e no Rio Marumbi. Além destes, outros 10 locais são permanentemente considerados impróprios, pois apresentam concentração de bactérias Escherichia coli acima dos padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Pontos permanentemente impróprios para banho

Pontal do Paran

Rio Olho D' Água (Balneário Olho D’água)


Matinhos

Rio Matinhos (Balneário Flamingo)

Canal Caiobá (Balneário Caiobá)


Guaratuba

Rio Brejatuba (Praia Central)

Gal. Mar. Deodoro (Balneário Brejatuba)

Canal Clevelândia (Balneário Brejatuba)

Canal do Camping (Balneário Brejatuba)

Rio das Pedras (Balneário Eliane/Nereidas)

Rio do Tenente (Balneário Eliane/Nereidas)

Rio do Saí-Guaçú (Barra do Saí)

Bandeiras na orla das praias, rios ou reservatórios indicam a balneabilidade do local. A sinalização aponta a condição da água a 100 metros à direita e à esquerda de cada bandeira.

A cor vermelha indica que a água não é recomendada, enquanto que a azul demonstra que a região está própria para banho.

Colaboração Agência de Notícias do Paraná