Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Cachorro esfaqueado e torturado recebe tratamento após ser encontrado

(Foto: Reprodução/ Facebook/ Delegacia de Polícia Civil de Ipiranga)  - Cachorro esfaqueado recebe tratamento após ser encontrado
(Foto: Reprodução/ Facebook/ Delegacia de Polícia Civil de Ipiranga)

O cachorro que foi encontrado na quarta-feira (16) após ser esfaqueado e torturado no dia anterior (15), está recebendo tratamento veterinário em Curitiba. Os maus-tratos foram registrados em um vídeo gravado em Ipiranga, em que o suspeito, um homem de 32 anos, faz ameaças à ex-companheira enquanto dá golpes de faca, socos e chutes no animal.

Após a prisão do homem, a polícia identificou onde os maus-tratos foram realizados, em um matagal atrás da casa do suspeito. Com isso, as buscas para tentar encontrar o animal começaram, mobilizando as equipes da Polícia Civil e Militar de Ipiranga. Apesar de bastante machucado, o cão foi encontrado com vida e resgatado. As informações iniciais afirmavam que o animal se tratava de uma cadela, mas na verdade o agredido era um cachorro: Woody.

O cachorro foi encaminhado para atendimento em Curitiba, onde a dona do animal, que não quis ser identificada, está morando. De acordo com a Polícia Civil de Ipiranga, Woody está bem, já que as lesões não atingiram órgãos vitais. O corte no pescoço do animal também foi superficial.

Agora, Woody irá se recuperar dos vários cortes e de possíveis infecções nas perfurações apresentadas e, em breve, voltará para a casa da família para receber todo o carinho da dona.

O vídeo foi gravado no matagal atrás da casa do suspeito (Foto: Marrara Laurindo/ Rede Massa) O vídeo foi gravado no matagal atrás da casa do suspeito (Foto: Marrara Laurindo/ Rede Massa)  

O crime

O caso foi denunciado à polícia, que deteve o homem em sua casa, no bairro Taboão, em Ipiranga, na terça-feira (15). O suspeito havia furtado o cachorro da ex-companheira e afirmou ter feito às agressões e gravado o vídeo pois estava “nervoso” com a mulher.

O homem torturou o cachorro e enviou o vídeo para ameaçar a ex-companheira (Foto: Reprodução/Repórter Daniel Pinheiro)O homem torturou o cachorro e enviou o vídeo para ameaçar a ex-companheira (Foto: Reprodução/Repórter Daniel Pinheiro) 

A vítima era moradora de Ponta Grossa, mas havia fugido para Curitiba há cerca de 20 dias para escapar das ameaças do homem. Na casa do suspeito, a polícia encontrou maconha e crack e o homem já tinha passagens pela polícia por tráfico de entorpecentes, em 2014.

Colaboração Ingrid Pacheco/ Rede Massa