Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Carreta com 38 toneladas de madeira é retida com problema no freio

(Foto: PRF) - Carreta com 38 ton de madeira é retida com problema no freio
(Foto: PRF)

Uma suspeita de roubo de veículo levou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a identificar alterações no sistema de freios de uma carreta. O caminhão, carregado com 38 toneladas de madeira, foi apreendido na manhã desta terça-feira (12), no trecho de serra da BR-376em Tijucas do Sul.

A equipe da PRF identificou o isolamento no sistema de freios do último eixo do segundo semirreboque. Além disso, a câmara de freio havia sido retirada e as mangueiras estavam dobradas e amarradas.

A PRF destacou que o isolamento de parte do sistema de freios é uma medida emergencial, que o caminhoneiro poderia adotar de maneira excepcional, até chegar à oficina mais próxima.

(Foto: PRF)(Foto: PRF) 

No entanto, alguns motoristas têm o hábito de continuar com o caminhão alterado em um ou mais eixos durante longos períodos. A situação, porém, pode provocar a falência de todo o sistema.

O veículo foi abordado depois que a empresa de rastreamento acionou a polícia, por não conseguir fazer contato com o motorista. O roubo não foi confirmado e a ausência de contato foi causada por um problema de comunicação do veículo.

Infração

O caminhão ficou retido no posto da PRF e só será liberado mediante regularização do sistema. Conduzir veículo em mau estado de conservação ou com equipamento obrigatório ineficiente é infração de natureza grave. O valor da multa é de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira de habilitação.

Desde dezembro de 2014, fiscalizações realizadas pela PRF e as concessionárias identificaram 1.240 veículos com ao menos uma irregularidade. O número equivale a 25,9% do total de 4.788 caminhões abordados.

Pneus em mau estado de conservação, problemas no sistema de freios, irregularidades relacionadas ao tacógrafo e suspensão alterada estão entre as principais causas dos 2.317 autos de infração emitidos durante as operações.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo