Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Casal com “kit estelionato” é preso tentando aplicar golpe de mais de R$ 30 mil

Clodoaldo Sobral da Silva, de 52 anos, e Adriana Santana Sobral, de 45 anos, foram presos por estelionato e falsificação de documentos quando tentavam aplicar um golpe em uma agência de empréstimo consignado. A situação foi registrada na terça-feira (16), no bairro Novo Mundo, em Curitiba.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Emmanuel David, o casal já havia conseguido desviar R$ 10 mil em empréstimo e abrir uma conta no nome de um morador do Rio Grande do Sul, usando documentos falsos. Os suspeitos tinham um “kit de estelionato”, com RG, CPF e comprovante de residência falsificados.

Quando foram presos, Clodoaldo e Adriana tentava fazer um empréstimo consignado de R$ 30 mil através de uma conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) no nome de um terceiro. A pessoa que teve os dados usados não terá prejuízos, já que o valor do empréstimo que chegou a ser concluído, de R$ 10 mil, será arcado pela instituição financeira.

Os suspeitos relataram para a Polícia Civil que adquiriram o “kit estelionato” pela internet, com um morador da cidade de Rolândia. A equipe seguirá investigando a origem desses documentos e o responsável pelas falsificações.

Além disso, ainda não foi possível confirmar o nome verdadeiro de Clodoaldo, já que ele possui seis identidades somente no Paraná, alguns deles dizendo que o homem é de Belém e, em outros, que é paranaense. Ele já foi condenado por estelionato. Já a mulher, Adriana, tem um mandado de prisão e condenação em aberto há quatro anos por falsificação de documento público e por associação criminosa.

Colaboração Polícia Civil