Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Caso Natalhia: MPPR deve apresentar alegações finais na próxima semana

(Foto: Paulo Silva/Rede Massa) - Caso Natalhia: MPPR deve apresentar alegações finais na próxima semana
(Foto: Paulo Silva/Rede Massa)

O Juizado de Violência Doméstica de Ponta Grossa abriu o prazo para que o Ministério Público do Paraná (MPPR) apresente as alegações finais do processo contra Mateus Gonçalves. Ele é acusado de matar a ex-namorada e esfaquear o cunhado, em abril de 2018.

De acordo com o MPPR, o órgão recebeu a intimação na segunda-feira (13), mas ainda não verificou as acusações. Após a leitura do processo, o MP terá cinco dias para se manifestar sobre o caso.

Em seguida, a defesa do acusado também terá o prazo de cinco dias para responder às alegações finais do MPPR. No final, quando as versões estiverem concluídas e protocoladas, a juíza define se o acusado irá a júri popular e por quais crimes irá responder.

Relembre o caso

Mateus Gonçalves é acusado de ter esfaqueado a ex-namorada e o cunhado, durante uma briga no apartamento das vítimas, na Rua Vicente Espósito, em Ponta Grossa, no dia 6 de abril de 2018.

A investigação da Polícia Civil aponta que o suspeito não aceitou o fim do relacionamento com a Nathalia Deen, de 22 anos. O casal cursava Agronomia na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), local onde Mateus tentou suicídio após ter cometido o crime.

Colaboração Stiven de Souza/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo