Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

CMTU abre propostas para terceiro quiosque no calçadão de Londrina

(foto: CMTU/Divulgação) - CMTU abre propostas para terceiro quiosque no calçadão
(foto: CMTU/Divulgação)

Na próxima segunda-feira, às 9h, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU-LD) fará a abertura dos envelopes com as propostas para o terceiro quiosque no Calçadão (de café, banca de jornais e revistas), na avenida Paraná com a rua Minas Gerais, próximo da Praça Willie Davids.

Os interessados poderão protocolar os documentos exigidos no edital até as 8h30 do mesmo dia, na sede da Companhia - rua Professor João Cândido, 1.213.

O projeto, realizado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), disponibiliza a construção de um quiosque de 25 metros quadrados de área útil. A novidade neste ponto é que a empresa poderá fazer uso da área externa para colocar mesas e cadeiras no entorno do estabelecimento. As especificações técnicas da arquitetura, com memorial descritivo da construção, também estão disponíveis no edital.

No local poderão ser comercializados produtos como café, chá, refrigerantes, água mineral, isotônicos, sucos de frutas e chás industrializados, água de coco, bebidas lácteas e outras bebidas não alcoólicas. Também salgados e tortas em geral, sorvetes e ainda jornais, revistas, livros culturais, guias, figurinos, almanaques, opúsculos de leis e outras publicações de interesse público; cartões postais, souvenirs, cartões pré-pagos de recarga para celulares e chips de operadores de telefonia, dentre outros itens publicados.

Valores

O valor mínimo a ser pago pela utilização do espaço público será de R$ 44,32 pelo metro quadrado, totalizando R$ 1.108,00 mensais. A proposta vencedora do pregão será aquela que oferecer maior lance ou oferta mensal pelo item. Após a assinatura do Termo de Concessão, válido por 120 meses (10 anos), a empresa terá prazo de 180 dias para a instalação da infraestrutura, cabendo à CMTU a fiscalização das exigências contratuais.

Abertura dos quiosques de floricultura e café

Conforme licitação realizada em abril de 2016, a empresa Lucas Laurentino da Silva MEI, de Londrina, foi a vencedora para o quiosque de café, no valor de R$ 7.100,00 mensais. Também a empresa Neusa Polônio Violin MEI, de Cambé, foi a contratada para a Floricultura, com aluguel no valor de R$ 1.500,00.

Segundo a Companhia, a parte estrutural dos quiosques esta em fase final para entrega, com previsão de ser concluída até o próximo sábado (10). Então, as empresas poderão dar continuidade nas instalações dos mobiliários e equipamentos. “A ideia era abrir o comércio no início deste mês, no entanto, foi necessário reprogramar devido os dias de chuva. Após a conclusão da infraestrutura, a estimativa é que ambos os quiosques estejam em operação até o final de dezembro”, diz Alex Vieira, arquiteto e fiscal de contrato da CMTU.

(com assessoria de imprensa)

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo