Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Com bancos destruídos, moradores de Terra Rica querem de volta paz de cidade pequena

Os cerca de 15 mil moradores de Terra Rica (a 64 quilômetros de Paranavaí) estão assustados com a ação de criminosos, depois de terem as agências bancárias atacadas em duas oportunidades, durante um intervalo de três meses.

O segundo ataque aconteceu no último domingo (13), quando quatro dos seis bancos da cidade foram visitados. O Banco do Brasil só não foi alvo porque ainda está em reforma da primeira explosão, registrada em agosto. Já a Caixa Econômica afastou os bandidos, novamente, com o sistema de fumaça.

O imóvel que abriga o Bradesco terá que ser demolido, enquanto Sicredi e Sicoob funcionam parcialmente. Itaú teve menos danos e já voltou a atender os clientes.

Com o 13º salário chegando, os comerciantes estão preocupados com a queda nas vendas, como Antonio José. “A pessoa recebia aqui e gastava aqui. Agora vai receber fora e gastar lá, então o comércio vai cair bastante”, declarou.

O delegado João Paulo da Silva explicou que os bandos cresceram e já não miram os caixas eletrônicos. Para render uma quantia alta a todos os envolvidos, geralmente cerca de 15, os ladrões querem os cofres das agências agora.

Terra Rica se torna um alvo fácil devido à distância de grandes centros, com pouco policiamento e baixo risco de confronto. Enquanto os bandidos desejam a cidade, os moradores desejam que a tranquilidade de pequena cidade volte.

Colaboração Célia Martinez e Marcos Vinicius da Rede Massa