Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Com greve estudantil, calendário acadêmico é suspenso na UEL

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) aprovou a suspensão dos calendários acadêmicos de graduação e pós-graduação, em reunião realizada na quinta-feira (24). Foram 24 votos favoráveis, 14 contrários e três abstenções.

O calendário está suspenso de forma retroativa desde o início da greve estudantil, em 14 de outubro, até que ocorra a paralisação dos estudantes. Em assembleia realizada em 18 de novembro, 888 votos favoráveis e 756 contrários apontaram para a manutenção da greve.

Em reunião realizada na terça-feira (22), a reitora apontou três condições ao movimento grevista para não retornar com a ação de interdito proibitório contra invasões nos prédios da universidade: o fim de novas ocupações e a desocupação do Centro de Estudos, Comunicação e Artes (CECA) até a próxima quarta-feira (30).

O movimento ainda não se posicionou oficialmente sobre as reivindicações ou pela marcação de uma nova assembleia que pode determinar o fim da greve.