Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Defesa afirma que suspeitos foram ameaçados por Edison

(Foto: William Bittar / Rede Massa) - Defesa afirma que suspeitos foram ameaçados por Edison
(Foto: William Bittar / Rede Massa)

Os responsáveis pela defesa dos suspeitos de participar do assassinato do jogador Daniel Corrêa Freitas afirmaram que David Willian Villero Silva, de 18 anos, e Igor King, 20, foram ameaçados por Edison Brittes. Esta é a justificativa para o fato de os dois terem acompanhado o autor confesso e a vítima até o local do crime.

A declaração foi feita no começo da tarde desta quinta-feira (8), horas depois que os suspeitos se apresentaram na Delegacia de São José dos Pinhais. Ainda de acordo com os advogados, os suspeitos serão ouvidos na manhã desta sexta-feira (9) e então serão divulgados mais detalhes sobre o caso.

“Eles estavam no carro e não participaram do crime”, afirmou o advogado Robson Domacoski, que criticou o mandado de prisão preventiva. De acordo com ele, os suspeitos estavam em negociação para se apresentar espontaneamente desde a semana passada.

A defesa da família Brittes ainda não comentou a declaração dos advogados.

Colaboração Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo