Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Defesa de Manvailer não apresenta defesa e pede suspensão das investigações

(Foto: Divulgação) - Defesa de Manvailer não apresenta defesa e pede suspensão do processo
(Foto: Divulgação)

Os advogados de defesa de Luis Felipe Santos Manvailer não apresentaram uma defesa às denúncias do Ministério Público e ainda pediram a suspensão do processo. A declaração foi emitida em uma resposta às acusações, enviada para a 2ª Vara Criminal da Comarca de Guarapuava, nesta sexta-feira (14).

O documento alega que é inviável criar uma defesa completa, enquanto a acusação ainda está em processo. Para os advogados, “não é possível que a Defesa se contraponha a uma hipótese inacabada, porque não se sabe exatamente do que está se tratando”.

A resposta entende que Tatiane Spitzner tenha morrido, mas exige que o Ministério Público indique quando, onde, e como a vítima faleceu. Sem essas informações, a defesa insiste para que o processo seja suspenso até que o resultado da necropsia e do exame anatomopatológico sejam divulgados.

Relembre o Caso

Luis Felipe Santos Manvailer é suspeito de matar a mulher, a advogada Tatiane Spitzner. Câmeras de Segurança filmaram o momento em que ela foi jogada do 4º andar do apartamento onde moravam, em Guarapuava.

A perícia técnica, divulgada na noite de quinta-feira (30), revelou que a advogada não teve nenhum impulso na queda. Para a Promotoria de Justiça de Guarapuava, o réu cometeu o feminicídio contra a companheira.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo