Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

DEPEN suspende visitas durante reforma na Penitenciária de Cascavel

(Foto: Reprodução Rede Massa) - DEPEN suspende visitas durante reforma na Penitenciária de Cascavel
(Foto: Reprodução Rede Massa)

Luiz Alberto Cartaxo Moura, diretor Geral do Departamento Penitenciário (DEPEN), disse em entrevista coletiva, na tarde deste sábado (11), que o órgão vai investir R$ 100 mil em um fundo para reforma inicial da Penitenciária Estadual de Cascavel.

A violenta rebelião, além da destruição de 70% da estrutura, deixou três agentes penitenciários feridos, um em estado grave, dois presos foram mortos e 33 detentos ficaram feridos. SAMU e SIATE montaram uma estrutura no local para realizar os atendimentos médicos.

Durante a verificação, logo após a fim do motim, dois túneis foram descobertos no presídio e ainda não se sabe quantos presos conseguiram fugir. 

O fornecimento de água foi restabelecido, mas a energia elétrica ainda não voltou, pois o incêndio danificou boa parte da fiação.

Segundo Cartaxo, os 270 presos transferidos durante a rebelião para a Penitenciária Industrial de Cascavel (PIC), devem voltar para a unidade. No início do motim havia 970 detentos no presídio. A rotina dos presos não será alterada e eles terão que trabalhar na reconstrução. A reforma não tem prazo para terminar e as visitas estão suspensas.

Em nota, o DEPEN comunicou que a retomada das visitas nas cadeias de Curitiba, Maringá e Londrina, neste domingo (12), foi objeto de acordo para o fim da rebelião da PEC, o que garantiu a entrega dos reféns. Mas também deixou claro que isso fica a cargo dos diretores administrarem em cada unidade. Portanto, comunicou que com exceção da PEC e PIC, ele autorizou a normalização das visitas. A PEC segue sem visitas por prazo indeterminado, até que a unidade seja recuperada. A PIC só retornará quando a unidade voltar à normalidade.

Com informações de Cristiane Guimarães/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo