Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Destruída por granizo, Santa Mariana entra em estado de emergência

(Foto: Divulgação) - Destruída por granizo, Santa Mariana entra em estado de emergência
(Foto: Divulgação)

O governador Beto Richa homologou nesta quarta-feira (6) o decreto de situação de emergência do município de Santa Mariana, no Norte do Paraná. Em 23 de março, ventos de mais de 100 quilômetros por hora atingiram a cidade, danificando 717 casas, quatro escolas, três postos de saúde e outras três instalações públicas.

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, 2.898 pessoas foram afetadas pelo vendaval, das quais 301 ficaram desalojadas, 57 desabrigadas e duas ficaram feridas. Os prejuízos públicos são cerca de R$ 1,3 milhão e os prejuízos privados chegam a quase R$ 5 milhões, com a destruição de lavouras, indústrias e prédios comerciais.

Com a homologação do decreto de situação de emergência, a prefeitura pode buscar mais recursos do Governo do Estado, que já vem apoiando o município de forma emergencial por meio da Defesa Civil. Até agora, o órgão já entregou 93 bobinas de lona, com 400 metros quadrados cada uma, e 3.340 telhas. Foi aprovada, na terça-feira (5), a aquisição de mais 9 mil telhas.

Além disso, a Defesa Civil está ajudando o município a preencher a documentação para que o decreto de situação de emergência seja reconhecido também pelo governo federal. Com isso, a prefeitura pode ter acesso a recursos federais e os moradores de Santa Mariana podem utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para arcar com os prejuízos do desastre.

(com Agência Estadual de Notícias)

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo